“AS CORES ALTERAM O NOSSO HUMOR E TÊM O PODER DE INFLUENCIAR AS NOSSAS DECISÕES” afirma Valeska Bruzzi

Você sabia que usar a psicologia das cores no marketing é um artifício estratégico para potencializar ainda mais a sua marca?. A psicologia das cores é o estudo da influência que as cores têm sobre nossas emoções e nossos sentimentos, explica Valeska Bruzzi.

As cores promovem diversos sentimentos e, se você estiver atenta a isso, poderá pensar de que maneira pode trazer essas cores para sua marca pessoal, de modo que você possa usar em você, no seu escritório, consultório, local de atendimento, na sua casa, no seu quarto ou em qualquer lugar que você deseja ser influenciada pela energia de determinadas cores.

As cores alteram o nosso humor e têm o poder de influenciar as nossas decisões.

Por isso, a psicologia das cores no marketing tem um papel fundamental, já que pode fazer com que a nossa marca revele sensações e emoções que a gente quer despertar no consumidor.

A identidade visual é uma parte do seu branding, por isso sua paleta de cores deve ser escolhida de acordo com os sentimentos da persona que você quer atrair.

A EMOÇÃO DE CADA COR

Utilizar a psicologia das cores é importante para quem está começando a fazer as definições em relação ao próprio perfil e para quem está começando a pensar em definição de marca.

O estudo das emoções e sentimentos que as cores podem provocar na gente é algo que já vem sendo estudado há muitos anos. Alguns estudos foram por uma via holística, terapêutica e outros são mais pragmáticos, que estudam quais são os estímulos que podem ser mensurados neurologicamente de acordo com a nossa exposição a determinadas cores.

Por isso, quando ficamos submetidos a muitos estímulos visuais e conflitantes, o nosso cérebro não consegue decodificar e segmentar as imagens, causando confusão, irritação e desconforto.

É aí que entra a psicologia das cores no marketing. Como você pode escolher as cores mais estratégicas para a sua marca, para causar uma emoção específica no seu cliente ideal.

Qual é a mensagem que você quer transmitir com a sua marca pessoal e profissional? Quem você quer ser para o seu cliente? Qual é o tipo de ajuda que você oferece para ele? Quais são as transformações que você oferece na vida dele?

É a partir dessas respostas que você vai pensar nas cores a serem escolhidas e nos adjetivos que você quer que a sua marca tenha. Após essa definição, pense nas sensações que você quer despertar.

1 – AMARELO

Na psicologia das cores no marketing, o amarelo tende a trazer mais otimismo, mais clareza e mais calor. Chama atenção, causa impacto. As cores quentes, em geral, são estimulantes e excitantes.

É muito utilizada por redes de fast food, uma vez que funciona como um estimulante de apetite. É também muito comum em CTAs, pois chama a atenção do usuário para detalhes específicos.

2 – LARANJA

O laranja transmite confiança, diversão, alegria e aproximação. É uma cor enérgica, que traz ânimo ao consumidor, além de estimular a criatividade e ajudar a atrair novas pessoas.

Normalmente, as marcas que utilizam o laranja querem demonstrar inovação e um espírito jovem.

3 – VERMELHO

Para a psicologia das cores, o vermelho é a cor que mais promove a excitação na gente. É também, aliada ao amarelo, a cor que mais desperta o nosso apetite. Por exemplo, se algum dia você for em um restaurante e o prato for vermelho, saiba que é estrategicamente pensado para fazer você sentir mais fome.

Além disso, transmite jovialidade, paixão e coragem. Estimula a ação do ser humano e por isso é tão utilizada em promoções, por exemplo.

É a cor do fogo, do desejo, do amor, da loucura, da sensualidade.

4 – PRETO

De acordo com a psicologia das cores no marketing, o preto é uma cor muito profissional. Ela transmite confiabilidade, seriedade, sofisticação e poder.

O preto passa também uma sensação de mistério e modernidade.

Nas marcas, por ser neutra, é muito utilizada na tipografia, já que é uma cor forte e garante boa legibilidade em cores mais claras.

5 – VIOLETA

O violeta é uma cor que transmite criatividade, sensatez e que ativa a imaginação. Também diz respeito à intuição e aos mistérios.

Na história, o violeta está relacionado à nobreza e à realeza, pois antigamente era uma cor que só podia ser utilizada por essa classe da sociedade.

Por conta dessa sensação de nobreza e sabedoria, o violeta é bastante usado em marcas de produtos de beleza e em locais que promovem o bem-estar, como SPAs e clínicas de estética.

6 – AZUL

Para a psicologia das cores no marketing, o azul transmite calma e tranquilidade. Além disso, é uma cor que também passa uma sensação de higiene, clareza e verdade.

Em seu tom mais escuro, o azul reforça os sentimentos de segurança e confiabilidade, sendo muito utilizado nos ambientes corporativos.

Por ser uma cor que traz paz e calmaria, o azul não é o mais indicado para negócios relacionados à comida, já que é capaz de reduzir o apetite.

7 – VERDE

O verde é a cor da natureza, que remete ao crescimento, à terra e à fertilidade. Além disso, está associado à saúde, paz e harmonia.

O verde, muitas vezes associado ao azul, é muito utilizado em hospitais e centros de saúde para transmitir calma e sensação de relaxamento aos visitantes e pacientes.

É a principal cor quando falamos do meio-ambiente, então, se esse for um valor importante para a sua marca, vale optar por ele na sua paleta de cores.

8 – CINZA

Na psicologia das cores, o cinza transmite equilíbrio, neutralidade e calma. É muito utilizado em empresas de tecnologia, já que passa uma sensação de solidez e modernidade ao mesmo tempo.

Entretanto, pessoalmente, o cinza pode gerar também uma apatia, já que não é uma cor estimulante, que faz você agir. Por isso, o cinza pode trazer um sentimento de depressão e até piorar o ânimo de quem tenha esse diagnóstico, então vale usar com moderação.

9 – ROSA

Quem me acompanha lá no @ValeskaBruzzi há um tempo, já deve ter me ouvido falar sobre o rosa na paleta de cores da sua marca. O rosa tem suas diversas variações, entre tons mais claros e mais escuros, que transmitem diferentes mensagens.

O rosa mais clarinho e suave transmite delicadeza, tranquilidade e romantismo. Dependendo das cores utilizadas junto dele, pode acabar dando à sua marca uma ideia de inocência e infantilidade. Por isso, vale ter cuidado e preferir tons mais fortes para combinar com ele, se não quiser passar essa mensagem.

Em seus tons mais escuros e intensos, o rosa passa uma sensação de poder, feminilidade e dinamismo. É também uma cor acolhedora e, por isso, muito utilizada por confeiteiras, que desejam associar à sua marca essa sensação de “acolhimento de mãe” por meio dos doces.

A IMPORTÂNCIA DA PSICOLOGIA DAS CORES NO MARKETING

Como você pôde ver, cada cor está relacionada a sensações e significados, que têm o poder de transmitir mensagens por meio da sua marca.

Tudo que tiver relacionado à comunicação dentro da sua empresa deve ser pensado a partir das mensagens que você deseja transmitir para o público e as cores ajudam bastante nesse processo.

Se você está iniciando a construção da sua marca, já pense para ela alguns tons que vão te ajudar a passar a mensagem que você deseja para os seus clientes. Se você já tem a sua identidade visual definida, veja se as cores utilizadas por você estão coerentes com os valores da sua marca. Se não, já cogite em trocar suas cores para que você tenha coerência e transparência naquilo que você deseja transmitir, conclui Valeska Bruzzi.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.