Francine Felizardo Começa O Ano Intimando A Cantora Walkiria Santos

Francine Felizardo

Relembre o caso: No dia 1 de Agosto o TikToker Lucas Santos de 16 anos, posta no um video com brincadeiras entre amigos que segundo ele renderiam muitas risadas entre eles e quem sabe alguns likes. Não havia absolutamente ” Nada ” de polêmico no video, nenhum conteúdo que pudesse agredir ou manchar a moral de alguém a ponto de ser considerado impróprio para os demais usuários da plataforma. No video não havia nenhum conteúdo homofóbico, apenas uma brincadeira inocente entre amigos, com filtros e máscaras.
Infelizmente o resultado foi desastroso, o video viralizou muito rapidamente e de forma negativa, alcançando milhões de likes, compartilhamentos e inumeros comentários de ódio com contendo conteúdo homofóbico. No dia seguinte 2 de Agosto, Lucas retira o video da plataforma e posta outro, completamente abatido, se desculpando com os usuários, explicando que ele não era gay e esclarecendo que temia a reação da familia, no video abaixo como podem conferir ele mesmo menciona o medo de apanhar da tia e da mãe, a própria cantora Walkiria Santos, que deveria ser a primeira a dar apoio e amparo a ele, confira >>>
https://youtu.be/vlVC3IPq18Y

Foto Reprodução: internet


No dia 3 de Agosto a mãe do Tik Toker, cantora Walkiria Santos ( ex magnificos ) faz um video informando o suicídio do filho, que segundo ela foi em consequencia dos comentários de ódio na internet, porém no video a seguir ela mesma fala que pediu ao Lucas a retirada do video da plataforma, demonstrando então que ele não retirou por livre e espontânea vontade, de forma que então não teria sido os tais comentários de ódio que perturbava o adolescente, senão já o teria feito antes, sem ela pedir e no mesmo video ela defende a ” tia ” da qual o Lucas fala de forma temerosa no video anterior ao qual se refere com semblante abatido, se retirando inclusive da posição de vítima à culpado ao afirmar ” que merecia as tais palmadas “, sugerindo que na verdade Lucas Santos não atentou contra sua própria vida em razão dos comentários homofóbicos e sim pela falta de apoio e criticas negativas vindas dos próprios familiares confira >>>
https://youtu.be/Hj3ceT1ss8M
Sim, a internet está doente!
Sim as pessoas são cruéis e na maioria das vezes não perdoa, nem mesmo com pedidos de desculpas, poisa internet desperta o lado obscuro das pessoas, seu pior lado, o lado da maldade e por isto nem mesmo em muitas vezes um pedido de desculpa, resolve, alias… As vezes até piora e em muitos casos o cancelamento pode ser melhor do que chegar ao Tribunal da Internet. Mas a internet também tem seu lado bom: o da pesquisa; que tras informação rápida a qualquer um de todo e qualquer lugar do mundo e devido a isto, fica difícil acreditar que o TikToker tirou a própria vida por conta dos tais comentários feitos no video, o que leva a crer que não foram os julgamentos na internet e sim de pessoas próximas que o levou a tal ato, conforme matéria no site BHAZ, confira >>>
https://bhaz.com.br/noticias/brasil/walkyria-santos-defende-irma-acusada-ser-responsavel-morte-lucas/

No caso de Francine Felizardo, ela foi de vitima a acusada por quase 20 anos corridos por praticamente toda sua família, motivo pelo qual ela cortou toda e qualquer relação com os membros de sua familia e segundo ela ” definitivamente até o fim da vida “, tanto que não pode estar com o pai antes de sua morte e soube do falecimento da avó pela internet, avó que cuidou dela e a única que mantinha contato quase que diario pelo wzp, fatos que marcaram muito a jornalista, devido ao afastamento de toda família em consequencia aos crimes sofridos por ela na internet. Francine Felizardo é a prova viva que a falta de apoio e amparo da familia pode levar a morte, pois além de perder o seu filho, pois Francine estava grávida na época em que tudo começou a acontecer ( 2006 ) ela tentou contra a própria vida 2 vezes e chegou a ficar de cama num estado quase vegetativo por 6 longos anos! ( conheça a biografia completa com registro de fatos e fotos na Biografia da jornalista intitulada de a lenda online )
Depois de sofrer crimes de internet até hoje, pois ainda existem processos em andamento de crimes de internet com a Francine, ela resolveu dar a volta por cima e fazer de um limão uma limonada, passando de vítima a grande defensoras de vitimas de crimes de internet, já tendo em vista que dificilmente uma vitima encontra apoio em seu âmbito familiar ” é um caminho sem saída”, segundo a jornalista ao se referir da vitima que não encontra apoio na familia.
Desde então a mais de 10 anos Francine Felizardo tem dedicado sua vida unica e exclusivamente à amparo às vitimas e familiares das vitimas de crimes de internet, palestrando em escolas sobre a necessidade de aulas de amparo e prevenção ao suicídio para crianças e adolescentes, se especializou no tema NOMOFOBIA, dando palestras em empresas, criou projetos sociais, Leis para crimes de internet, etc e foi justamente através de uma das Leis criadas por Francine que ela conheceu Walkiria mãe de Lucas
No dia 5 de Agosto, Francine prestou atendimento como faz a anos à cantora Walkiria via wzp e por descuido acabou passando todo o texto de Lei à ela sem nunca imaginar que a cantora seria capaz de simplismente ROUBAR o texto do qual Francine Felizardo levou anos para criar,bloquear a jornalista e sair gritando aos 4 cantos do Brasil que havia criado uma Lei pro filho dela e queria que a Lei se chamasse LEI LUCAS SANTOS e assim, conseguiu aprovação da Lei em vários âmbitos: Na câmara municipal de Natal, Na câmara Legislativa da Paraíba, etc…
Agora Walkiria Santos faz músicas para o filho, grava cd, o que deixa a jornalista e ativista confusa se ela fez o que fez para se promover as custas do trabalho de Francine Felizardo, se ela se apegou à Lei como refúgio de uma consciência culpada ou se ela realmente precisa de ajuda psicológica.
O fato é que Francine Felizardo pede para estar frente à frente com ela e pede para que ela explique ao Brasil porque ela fez tudo isto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.